SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Universidade Federal de São Paulo

 

 

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO

 

EDITAL Nº 47, DE 23 DE MARÇO 2006.

 

O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO (UNIFESP), no uso de suas atribuições legais e estatutárias e considerando o que dispõe a Portaria nº 381, de 16 de dezembro de 2005, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, a Portaria do Ministério da Educação nº 384, de 01 de fevereiro de 2006 e, finalmente, o que dispõe a Resolução/CONSU nº 29, de 26 de setembro de 2005 e Resolução 34, de 08 de fevereiro de 2006, torna público que estarão abertas as inscrições para o Concurso Público de provas e títulos para Magistério do Ensino Superior do Quadro Permanente desta Universidade para exercício no Campus São Paulo - Capital, em conformidade com a Lei nº 8.112, de 11/12/1990, Lei nº 7.596 de 10/04/87, Decreto nº 94.664, de 23/07/1987 e mediante as normas contidas neste Edital e suas posteriores publicações.

 

1.      DAS ESPECIFICAÇÕES DO CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS:

1.1.  O presente concurso objetiva o provimento de 36 (trinta e seis) vagas na Classe de Professor Adjunto – Nível I, nas áreas de conhecimento e em regime de trabalho constantes no anexo I, com data prevista para homologação dos resultados em junho de 2006 e ingresso dos aprovados no quadro da Instituição a partir agosto de 2006, não cabendo a nenhum candidato alegar desconhecimento do teor deste Edital.

1.2.  Remuneração inicial: R$ 3.358,25, para o regime de trabalho de 40 horas semanais e de R$ 5.203,87 para o regime de trabalho de Dedicação Exclusiva.

 

2.      TITULAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA/REQUISITOS:

2.1.  As vagas a que se refere o presente Edital serão acessíveis somente aos candidatos detentores do título de Doutor, outorgado por Instituição brasileira ou revalidado por esta, na hipótese de título outorgado por Instituição estrangeira, e dos demais requisitos constantes no Anexo I.

 

3.      DOS REQUISITOS BÁSICOS PARA A INVESTIDURA NOS CARGOS:

3.1.  Para investidura nos cargos, o candidato deverá:

a)   Ter nacionalidade brasileira ou nacionalidade portuguesa e estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do parágrafo primeiro do artigo 12 da Constituição Federal ou ainda, se estrangeiro, ser portador de visto permanente ou naturalizado;

b)   Estar em dia com as obrigações eleitorais, se for o caso;

c)   Estar em dia com as obrigações militares, no caso de candidatos do sexo masculino;

d)   Possuir o nível de escolaridade exigido para o exercício do cargo/especialidade e o registro no órgão de classe, quando for o caso.

e)   Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo atestada pela Junta Médica Oficial da UNIFESP;

f)     Apresentar os documentos, que se fizerem necessários na ocasião da posse.

 

4.      DA INSCRIÇÃO:  

4.1.  Período de 27/03/2006 a 25/04/2006, exceto sábados, domingos e feriados, para entrega da documentação exigida. * Prorrogado até 10/05/2006, pelo Edital nº 58/2006, no que se refere ao Departamento de Morfologia/Biologia do Desenvolvimento (código 717)

4.2.  Horário das 9:00 às 12:00 e das 13:00 às 16:00 horas.

4.3.  Local: Departamento de Recursos Humanos, Divisão de Recrutamento e Seleção (DRH/DRS/UNIFESP), Rua Botucatu nº 740, 4º andar, São Paulo, SP, CEP 04023-900, pessoalmente ou por procurador legalmente constituído.

4.4.  O candidato deverá preencher completamente o formulário eletrônico após ciência do inteiro teor do presente Edital.

4.4.1.     As informações prestadas no formulário eletrônico serão de inteira responsabilidade do candidato, bem como, mantê-las atualizadas junto à Divisão de Recrutamento e Seleção do Departamento de Recursos Humanos, e a UNIFESP fica reservado o direito de excluir do Concurso Público aquele que não preencher o formulário de forma completa, correta, que fornecer dados comprovadamente inverídicos ou não atualizar seu endereço e telefone.

4.4.2.     O candidato deverá imprimir o boleto bancário relativo à Taxa de Inscrição, integrante do formulário eletrônico, no valor de R$ 84,00 (oitenta e quatro reais) para o Regime de 40 horas, e no valor de R$ 130,00 (cento e trinta reais) para o Regime de Dedicação Exclusiva, e efetuar o recolhimento em qualquer estabelecimento da rede bancária.

4.4.3.     Após cumprir as etapas da Internet, o candidato deverá comparecer ao Departamento de Recursos Humanos, Divisão de Recrutamento e Seleção, em data, horário e endereço indicados nos itens 4.1, 4.2 e 4.3, para efetivar a inscrição, devendo apresentar os seguintes documentos na ocasião:

a)   Comprovante de pagamento da Taxa de Inscrição;

b)   Documento oficial de identificação com foto;

c)   Requerimento em formulário próprio (Modelo 2), dirigido ao Reitor da UNIFESP, especificando a vaga pretendida, juntamente com cópia do Diploma de Graduação, do título de Doutorado e demais documentos comprobatórios dos requisitos solicitados no ANEXO I.

d)   Declaração, firmada pelo candidato, sob as penas da lei, de que possui os documentos comprobatórios das condições legais exigidas para posse e os requisitos constantes do Anexo I;

e)   Memorial circunstanciado em 08 (oito) cópias encadernado, com indicação dos trabalhos publicados, das atividades realizadas em matéria relacionada ao cargo em concurso e demais dados que possam ser úteis às avaliações da Banca Examinadora, acrescido de Curriculum Vitae Lattes.

f)     01 (um) exemplar dos trabalhos publicados (cópia reprográfica);

g)   01 (uma) via dos documentos que comprovam as informações constantes no memorial;

h)   08 (oito) cópias encadernadas do Projeto de Pesquisa ou Plano pedagógico ou Plano de Atividades (quando solicitado), não podendo exceder 10 (dez) laudas em papel tamanho A4 (21x29,7 cm), fonte Arial, tamanho 12, espaçamento simples entre as linhas e normal entre os caracteres.

4.5.  Somente serão aceitos diplomas de Graduação, de curso reconhecido pelo MEC, devidamente registrado e de Pós-Graduação de Curso credenciado pela CAPES,  se oferecido por Instituição brasileira. Se a Graduação ou a Pós-Graduação for de origem estrangeira, o respectivo diploma ou título deverá estar devidamente revalidado, de acordo com a Legislação Brasileira;

4.5.1.     Os candidatos detentores do Título de Livre Docência, expedido por outras Instituições deverão solicitar, com antecedência de 09 (nove) dias antes do término das inscrições prevista nesse Edital, a equivalência do referido título na Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da UNIFESP, situada na rua Pedro de Toledo nº 943, Vila Clementino, São Paulo, CEP 04039-032.

4.6.      Em nenhuma hipótese será feita inscrição condicional ou extemporânea.

4.7.      Não será permitida complementação documental fora do prazo fixado para inscrição.

4.8.      A taxa de inscrição, uma vez paga, não será restituída em hipótese alguma.

4.9.           A documentação entregue no ato da inscrição será analisada por uma Comissão Julgadora constituída por docentes do quadro da UNIFESP, designada pelo Magnífico Reitor, e terá a atribuição de emitir parecer quanto ao deferimento ou indeferimento da inscrição do candidato.

4.9.1.         No prazo de até dois dias úteis, contados do encerramento das inscrições, a Comissão emitirá uma relação contendo as inscrições deferidas e indeferidas, que será divulgada na Internet no endereço www.unifesp.br e afixada no Departamento de Recursos Humanos no dia 27/04/2006.

4.10.       O candidato, portador de necessidades especiais, que necessitar ou não de qualquer tipo de recurso ou condição especial para a realização das provas, deverá requerê-la por ocasião do preenchimento do formulário eletrônico, aduzindo as circunstâncias suscetíveis de justificar seu pedido.

Parágrafo único: O candidato que necessitar dos recursos e das condições especiais e não requerer no formulário eletrônico, perderá o direito de solicitá-los em qualquer outro momento, exceto se providenciar por sua conta.

4.10.1.     O atendimento da solicitação dos recursos de condições especiais fica vinculado aos critérios de viabilidade e de razoabilidade.

4.10.2.     A não solicitação de condições especiais no formulário eletrônico, implica sua não concessão no dia de realização das provas. 

4.11.  A UNIFESP não se responsabilizará por problemas ocorridos nos computadores dos interessados, falha de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como, por  outros fatores que impossibilitem o preenchimento do formulário eletrônico e emissão do boleto de pagamento da taxa de inscrição, no período regulamentar.

 

5.      DAS PROVAS:

 

5.1.  As provas constituir-se-ão de prova didática, prova prática e julgamento dos títulos, fazendo parte deste último a argüição do memorial.  A prova didática e a argüição do memorial serão públicas.

Parágrafo 1º - As provas tem caráter eliminatório. A ordem de realização das provas ficará a cargo da Banca Examinadora

5.2.  Da Prova de Títulos: A Banca Examinadora avaliará o Memorial, os títulos e os documentos comprobatórios apresentados pelo candidato. O julgamento dos títulos, expresso mediante nota global, deverá refletir os méritos do candidato como resultado da apreciação do conjunto e regularidade de suas atividades, com ênfase na produção acadêmica dos últimos 10 (dez) anos, compreendendo:

                                       I.     produção científica;

                                      II.     atividade didática universitária;

                                    III.     atividade de formação e orientação de discípulos;

                                  IV.     atividades profissionais que apresentem afinidade com o cargo em concurso;

                                   V.     atividades relacionadas à prestação de serviços à comunidade;

                                  VI.     diplomas e títulos obtidos em razão de suas atividades;

                                VII.     captação de recursos.

 

5.3.  Da Prova Didática: A Prova Didática constituir-se-á de uma aula teórica, em nível de graduação, que deverá ser realizada no tempo de duração entre 35 a 45 minutos, sobre tema de escolha do candidato entre os pontos constantes do ANEXO II. A critério da Banca Examinadora, poderá haver argüição oral do candidato sobre assunto relacionados com o tema da aula.

 Parágrafo único: A Prova Didática para os Departamentos/Disciplina: Medicina, Farmacologia, Morfologia/Biologia do Desenvolvimento, Neurologia Experimental e Obstetrícia será em nível de Pós-graduação.

 

5.4.  A Prova Prática para os Departamentos:

 

5.4.1 - Enfermagem/Disc. Enfermagem Obstétrica,  Enfermagem/ Disc. Enfermagem em Saúde Pública e Administração Aplicada à Enfermagem, Fonoaudiologia/ Disc. Distúrbios da Audição Humana, Informática em Saúde, Medicina Preventiva/ Disc. Bioestatística, Morfologia/ Disc. Anatomia Descritiva e Topográfica (código 716): Consistirá da exposição de 20 a 30 minutos do plano pedagógico apresentado no ato da inscrição.

 

5.4.2 – Deptos de Bioquímica, Biofísica, Cirurgia/ Disc. de Anestesiologia/Terapia Intensiva, Dermatologia/Disc. Dermatologia Geral, Farmacologia (o candidato deverá demonstrar a contribuição do projeto de pesquisa para a implementação de novas linhas de pesquisa na grande área de Farmacogenômica e Farmacologia Molecular), Fisiologia, Micro/Imuno/Parasitologia, Psicobiologia/ Disc. Medicina e Sociologia do Abuso de Drogas:  Consistirá da exposição de 20 a 30 minutos de projeto de pesquisa apresentado no ato da inscrição.

 

5.4.3 – Enfermagem/ Disc. de Enfermagem Pediátrica/Enfermagem Neonatológica: consistirá na elaboração de um plano de assistência ao recém-nascido e família a partir da avaliação prática de um recém-nascido de baixo ou médio risco internado em uma unidade neonatal e sua família.

 

5.4.4 - Depto. de Fonoaudiologia/Disc. de Distúrbios da Comunicação Humana: será realizada através de vídeo com informações de casos clínicos.

 

5.4.5 - Depto. de Medicina: constará de discussão de caso clínico, ou apresentação e discussão de  projeto pedagógico para o curso de graduação em Medicina, ou discussão de projeto de pesquisa e sua contribuição no ensino e assistência. (Retificado pelo Edital interno nº 109)

 

5.4.6 - Depto. de Morfologia/ Disc. de Anatomia Descritiva e Topográfica – (código 715): constará de  “rodízio”, com reconhecimento de diversas estruturas macroscópicas que constituem o corpo humano e formulação de algumas questões teórico-práticas associadas.

 

5.4.7. -  Depto. de Morfologia/ Disc. de Biologia do Desenvolvimento: constará de análise microscópica de cortes de embriões, demonstração prática e procedimentos na área de acordo com os itens mencionados juntamente com o anexo II:

 

5.4.8. - Depto. de Neurologia e Neurocirurgia/Disc. de Neurologia Experimental: constará da   apresentação do plano de pesquisa e políticas para captação de recursos financeiros para seu projeto, abordar sua visão sobre o atual momento da Universidade Pública Brasileira, sobre o profissional do futuro necessário para o desenvolvimento sócio-econômico do país, a importância da Lei de Inovação para os docentes-pesquisadores das UFES, sua visão sobre o sistema de cotas especiais para a seleção de candidatos no momento do vestibular.

 

5.4.9 - Depto. de Obstetrícia/Disc. de Obstetrícia Fisiológica e Experimental: consistirá na avaliação e argüição sobre um plano de organização e implantação de um laboratório de investigação em obstetrícia.

 

5.4.10 - Depto.  De Ortopedia e Traumatologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço e Psiquiatria/Psicologia Médica e Psiquiatria Social: consistirá na discussão de caso clínico.

 

5.4.11 - Oftalmologia: consistirá de prova escrita seguida de argüição sobre resoluções de problemas na área médica oftalmológica.

 

5.4.12 - Pediatria: consistirá em avaliação e argüição sobre um plano de atividades de ensino, pesquisa e assistência no Departamento de Pediatria.

 

5.5.  No decorrer do processo seletivo, serão eliminados os candidatos que:

a)   não obtiverem nota mínima 7,0 (sete) por pelo menos três examinadores em quaisquer uma das provas e,

b)   não obtiverem média mínima 7,0 (sete) em cada uma das provas.

Parágrafo único: Na ocorrência da hipótese prevista neste item, o candidato não participará das etapas subseqüentes.

5.6.  A confirmação da data, local e informações sobre as provas, deverá ser acompanhada pelo candidato no endereço eletrônico: http://www.unifesp.br

 

5.6.1.    É de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta da data e local de realização das provas e o seu comparecimento nos horários determinados.

5.7.      O candidato que não comparecer a qualquer prova do concurso será automaticamente excluído do processo seletivo.

5.8.      O candidato deverá comparecer ao local das provas com antecedência de 15 (quinze) minutos.

5.9.      A UNIFESP não se responsabilizará por perdas, roubos ou extravios de objetos ou de equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização das provas, nem danos neles causados.

5.10.  Não serão dadas quaisquer informações por telefone, em relação aos concursos referidos no presente Edital.

6.      DOS RECURSOS:

6.1.  O candidato que desejar interpor recurso contra o indeferimento da inscrição ou dos resultados das provas, terá que fazer no prazo de até 24 (vinte e quatro) horas, a contar da publicidade da decisão recorrida.

6.2.  Somente poderá ser interposta revisão contra indeferimento da inscrição e do resultado das provas, através de requerimento específico dirigido ao Sr Pró-Reitor de Administração, contendo a fundamentação do candidato, que deverá ser protocolado na Seção de Protocolo da Universidade Federal de São Paulo, localizado no andar térreo do edifício “Octávio de Carvalho” situado à Rua Botucatu, 740, Vila Clementino nesta capital, no período das 8:00 às 11:00 e das 13:00 às 16:00 horas.

 

7.      DA CLASSIFICAÇÃO:

7.1.  Na avaliação dos candidatos, as notas deverão variar de zero a dez e as provas terão  os seguintes pesos;

                                            I.     prova didática: peso 30;

                                           II.     prova prática: peso 30;

                                         III.     prova de títulos: peso 40.

7.1.1.     Será proposto à nomeação o candidato que for indicado por no mínimo três membros da banca.

7.1.2.     Cada examinador indicará o candidato a quem atribuir a média ponderada mais alta.

7.1.3.     Se dois candidatos obtiverem duas indicações cada um, e um terceiro candidato obtiver uma única indicação, o examinador que tiver feito essa indicação indicará, entre os dois primeiros candidatos, aquele a quem esse examinador tiver atribuído a média ponderada mais alta.

7.1.4.     Na ocorrência de empate entre três ou mais candidatos, será proposto à nomeação o candidato cuja média for mais alta.

7.1.5.     Se persistir o empate após a aplicação dos critérios previstos nos sub-itens anteriores, a Banca não indicará candidatos ao cargo, tornando o concurso sem validade.

7.1.6.     A Banca, pela maioria dos seus membros, poderá não indicar candidato para o cargo.

7.1.7.     Para o Departamento que tiver mais de uma vaga e houver mais de um candidato inscrito, os critérios indicados neste item prevalecerão para cada um dos candidatos.

7.1.8.     Concluído os trabalhos, o Presidente da Banca Examinadora pronunciará o resultado do concurso, em sessão pública, o encaminhará ao CTA (Conselho Técnico Administrativo) para os fins previstos no inciso XIII do artigo 20º do Estatuto, e ulterior deliberação do CONSU, nos termos do inciso XII, do artigo 6º do Estatuto.

 

8.      DA HOMOLOGAÇÃO DO RESULTADO FINAL:

8.1.  O resultado final será homologado por meio de Edital que será publicado em Diário Oficial da União e na Internet no endereço eletrônico: http:www.unifesp.br, contendo o nome dos candidatos indicados no processo seletivo, seguida de relação nominal dos classificados em ordem decrescente da média final em até duas vezes o numero de vagas previsto neste Edital.

 

9.      DA NOMEAÇÃO:

9.1.  Os candidatos serão nomeados por Portaria, publicada no DOU,  e terão o prazo de 30 (trinta) dias, a contar da data da publicação,  para tomar posse nos respectivos cargos.

9.2.  O candidato que não tomar posse no prazo definido no subitem anterior  terá tornada sem efeito a sua Portaria de nomeação e será eliminado do concurso e, facultar-se-á à Administração substituí-lo, convocando outros candidatos habilitados, respeitando-se a ordem de classificação, observados os limites das vagas previstas neste Edital.

 

10. DA VALIDADE DO CONCURSO:

10.1.  O Concurso se exaure com a posse do candidato nomeado, dentro do número de vagas destinadas aos respectivos Departamentos, não podendo surtir efeitos administrativos em relação aos demais candidatos habilitados

 

11. DISPOSIÇÕES GERAIS:

11.1.  Ao efetuar a inscrição no Concurso, o candidato, automática e implicitamente, declara ter conhecimento pleno da Resolução/CONSU nº 29/2005 e demais normas que o regulam e que está de acordo com as normas estabelecidas nesse Edital.

11.2.  Na contagem dos prazos estabelecidos neste Edital, excluir-se-á o dia do começo e incluir-se-á o do vencimento. Os prazos só se iniciam e vencem em dia de expediente na Universidade.

11.3.  A admissão far-se-á nos limites de vagas descritos no Anexo deste Edital, de acordo com os respectivos Departamentos.

11.4.  A indicação para provimento da vaga assegurará apenas a expectativa de direito à nomeação, ficando a concretização desse ato condicionada à observância das disposições legais pertinentes, bem como, do exclusivo interesse e conveniência Administrativa da UNIFESP.

11.5.  Ao assumir o cargo, será exigida do servidor disponibilidade de horário, compatível com as necessidades do Departamento/Disciplina, observando, para tanto, a legislação referente a Acumulação de Cargos e Emprego Públicos e desde seja respeitado o limite de até 60 (sessenta) horas semanais de trabalho, conforme disposto no Parecer AGU nº GQ 145/98, aprovado pelo Excelentíssimo Senhor Presidente da República em 3/3/98 e publicado no D.O.U. do dia 01/4/98, tratando-se de regime de trabalho de dedicação exclusiva, é expressamente vedado o exercício de outra atividade remunerada, pública ou privada.

11.6.  O candidato nomeado será submetido a um Estágio Probatório durante um período de 3 (três) anos, conforme disposto no Parecer AGU/MC-01/04, publicado no D.O.U. de 16/7/04 e normas estabelecidas pela UNIFESP.

11.7.  Os casos omissos serão resolvidos pelo Sr. Pró-Reitor de Administração da Universidade Federal de São Paulo.

11.8.  O presente Edital e demais informações poderão ser obtidas através do endereço eletrônico http://www.unifesp.br

 

 

ULYSSES FAGUNDES NETO

Reitor

 
Edital Publicado
D.O.U 27/03/2006
Seção: 3
Páginas: 37 e 38

 

Edital nº 58 de Prorrogação e Retificação

publicado no

DOU: 25/04/2006.

Seção: 3

Página: 35

 

* Edital interno nº 59/05, de 24/04/2006


ANEXO I

 

Ordem: Código, Departamento, Disciplina, Setor, Número de vagas, Regime de trabalho e Requisitos quando exigido.

 

700 - Biofísica, 2 (duas) vagas em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva.

701 - Bioquímica, 2 (duas) vagas em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: O candidato deverá ter realizado estágio de pós-doutorado por, no mínimo, 2 (dois) anos, comprovado por documento oficial. Espera-se que os candidatos sejam capazes de desenvolver linha de pesquisa própria e independente, demonstrada por publicações em revistas indexadas no ISI, com claras possibilidades de obter financiamento para pesquisa junto a agências de fomento e de orientar estudantes de pós-graduação, bem como, competência para ministrar aulas em cursos de graduação.

702 – Cirurgia/Anestesia-Terapia Intensiva, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de 40 horas  Requisitos:  Título de Especialista em Terapia Intensiva e Experiência comprovada, no mínimo de 5 anos, em terapia intensiva, com atividade assistencial, docente e de pesquisa em ambiente universitário. O candidato deverá demonstrar capacidade autônoma de pesquisa caracterizada por produção científica em periódicos indexados e de qualidade, na área de terapia intensiva.

703 – Dermatologia/Dermatologia Geral, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de 40 horas e Requisitos:  Título de Especialista em Dermatologia. O Candidato deverá demonstrar capacidade autônoma de pesquisa caracterizada por produção científica em periódicos indexados e de qualidade, na área de Dermatologia.

704 – Enfermagem/Enfermagem Obstétrica, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: Graduação em Enfermagem, Doutorado há pelo menos 2 anos, Especialização em Enfermagem Obstétrica e Experiência comprovada de ensino na área especifica. Experiência em atividades de pesquisa científica

705 – Enfermagem/Enfermagem Pediátrica/ Enfermagem Neonatológica, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: Ter experiência profissional comprovada na área de enfermagem neonatológica, de no mínimo 5 (cinco) anos, mais experiência comprovada em docência na área de Enfermagem Pediátrica, de no mínimo 2 (dois) anos.

706 – Enfermagem/Enfermagem em Saúde Pública e Administração aplicada à Enfermagem, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: Graduação em Enfermagem, Doutorado há pelo menos 2 anos, Experiência profissional comprovada em Enfermagem Saúde Pública ou Administração aplicada à Enfermagem, Experiência comprovada de ensino na área especifica. Experiência em atividades de pesquisa científica.

707 – Departamento de Farmacologia 2 (duas) vagas em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva. Requisitos: Título de Doutor, com experiência em Farmacologia e/ou em área compatível com a área de atuação do Departamento. O candidato deve ter 2 anos de pós-doutorado (comprovado por declaração do supervisor e/ou certificado), sendo, no mínimo, 1 ano na grande área de Farmacogenômica e Farmacologia Molecular. Espera-se que o candidato seja capaz de desenvolver uma linha de pesquisa própria e independente, demonstrada por publicações em revistas conceituadas, com possibilidades de obter financiamento para pesquisa junto a Agências de Fomentos, de orientar alunos de pós-graduação, bem como competência para ministrar aulas em Cursos de Graduação e Pós-Graduação.

708 – Fisiologia, 2 (duas) vagas em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: Ter obtido Título de Doutor há pelo menos 3 anos, ter publicações em revistas indexadas (ISI), comprovar atuação como pesquisador principal no desenvolvimento de projeto de pesquisa, após o doutorado, demonstrar claras possibilidades de obter financiamento para pesquisa junto a agências de fomento e de orientar alunos de Pós-graduação, bem como, competência para ministrar aulas em cursos de graduação.  O Candidato deverá propor uma linha de pesquisa relacionada à área especifica.

709 – Fonoaudiologia/Distúrbio da Audição Humana, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: Graduação em Fonoaudiologia.

710 – Fonoaudiogia/Distúrbios da Comunicação Humana, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de 40 horas e Requisitos: Diploma devidamente registrado de conclusão de Curso de Graduação em Fonoaudiologia emitido por Instituição reconhecida pelo MEC e Experiência comprovada de atuação acadêmica de ensino e pesquisa na área de Fala/Voz com destaque em Voz.

711 - Informática em Saúde/Informática em Saúde, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: Experiência comprovada em informática em saúde. O Candidato deverá demonstrar capacidade autônoma de pesquisa caracterizada por produção científica em periódicos indexados e de qualidade, na área de Informática em Saúde.

712 – Medicina, 2 (duas) vagas em regime de trabalho de 40 horas e Requisitos: Experiência profissional comprovada em ensino, pesquisa e assistência na área da saúde.

713 - Medicina Preventiva/Bioestatística, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: Título de Doutor em Estatística ou Saúde Coletiva ou Saúde Pública ou Epidemiologia, Experiência em ensino de graduação na área de Bioestatística e Epidemiologia. 

714 – Micro/Imuno/Parasitologia, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: Experiência Profissional comprovada de no mínimo 02 anos após a conclusão do doutorado. O candidato deverá ter competência para ministrar aulas em cursos de Graduação e Pós-Graduação relativo aos pontos do concurso e ser capaz de desenvolver uma linha de pesquisa própria e  independente, demonstrada por publicações em revistas de alto padrão, com claras possibilidades de obter financiamento para pesquisa junto a agências de fomento. O candidato deverá propor uma linha de pesquisa com potencial de aplicação biotecnológica  relacionada a aspectos da regulação imunológica ou biologia celular ou biologia molecular relacionada a tumores, agentes bacterianos, fungos, vírus ou parasitas.

715 – Morfologia/Anatomia Descritiva e Topográfica, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: Diploma de graduação em cursos na área de saúde e/ou Biológica, que formam profissionais Biomédicos, Médicos, Odontólogos e Biólogos, Título de doutor obtido em curso de pós-graduação reconhecido - programa de Morfologia, área de concentração em Anatomia, Capacidade para ministrar aulas teóricas e práticas de anatomia macroscópica e com utilização de imagens (anatomia por imagem), nos diversos cursos de graduação e alguns de pós-graduação; Capacidade para desenvolver moderna linha de pesquisa em morfologia e montar o correspondente laboratório.

716 – Morfologia/Anatomia Descritiva e Topográfica, 1 (uma) vagas em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: Diploma de graduação em cursos na área de saúde e/ou biológica, Título de doutor obtido em curso de pós-graduação reconhecido na área da Saúde ou Biológica. Capacidade para ministrar aulas teóricas e práticas de anatomia macroscópica e com utilização de imagens (anatomia por imagem), nos diversos cursos de graduação e alguns de pós-graduação; Capacidade para desenvolver moderna linha de pesquisa em morfologia e montar o correspondente laboratório.

717 – Morfologia/Biologia do Desenvolvimento, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: Graduação em Ciências Biológicas, Ciências Biológicas modalidade médica ou  Ciências da Saúde, em instituições de ensino superior reconhecidas pelo MEC; Doutorado concluído em Programa de Pós-graduação em Morfologia / área de concentração em Embriologia, reconhecido pela CAPES; Experiência didática comprovada na área de Biologia do Desenvolvimento e/ ou Embriologia; Orientação e/ou co-orientação comprovada(s) na área de Biologia da Reprodução em nível de graduação e/ou pós-graduação “Lato Sensu” e/ou “Strictu Sensu”. Experiência na análise microscópica de embriões; Linha de pesquisa em Biologia da Reprodução e/ou do Desenvolvimento. * (já com o texto retificado)

 

718 – Neurologia e Neurocirurgia/Neurologia Experimental, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de Dedicação Exclusiva e Requisitos: Graduação em Medicina ou Ciências da Saúde ou Exatas ou Biológicas ou Ciências Biológicas modalidade médica em instituições de ensino reconhecidas pelo MEC; Título de doutor em curso de Pós-Graduação reconhecido pela CAPES; Experiência profissional comprovada de no mínimo dois anos após o doutorado. O candidato deverá ter competência para ministrar aulas em cursos de Graduação e Pós-Graduação; orientação e/ou co-orientação comprovada (s) em nível de graduação e pós-graduação; Projeto de pesquisa em linha própria e independente, com claras possibilidades de obter financiamento para pesquisa junto a agências de fomento.

719 - Obstetrícia/Disciplina de Obstetrícia Fisiológica e Experimental, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de 40 horas e Requisitos: Experiência comprovada de pelo menos dois anos em experimentação laboratorial na área de Obstetrícia. Espera-se que o candidato seja capaz de desenvolver uma linha de pesquisa própria e independente demonstrada por publicações em revistas de alto padrão, nos últimos cinco anos, com claras possibilidades de obter financiamento para pesquisa junto a agências de fomento e de orientar alunos de pós-graduação, bem como, competência para administrar laboratório de pesquisa clínica e modelos experimentais.

720 – Oftalmologia, 2  (duas) vagas em regime de trabalho de 40 horas. Competência para ministrar aulas em curso de graduação, especialização, aperfeiçoamento e pós-graduação. Competência para desenvolver pesquisa em linha própria e independente. 

721 - Ortopedia e Traumatologia/Traumatologia, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de 40 horas e Requisitos: Registro no Conselho Regional de Medicina,Título de Especialista da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia

722 – Ortopedia e Traumatologia/ Cirurgia da Mão e Membro Superior, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de 40 horas e Requisitos: Registro no Conselho Regional de Medicina, Título de Especialista da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia

723 – Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço, 1 (uma) vaga em regime de trabalho de 40 horas e Requisitos: Registro definitivo no Conselho Regional de Medicina; Título de Especialista em Otorrinolaringologia e/ou Cirurgia de Cabeça e Pescoço concedido pelo MEC ou AMB-CFM. Competência para ministrar aulas em cursos de Graduação e orientar Residentes e alunos de Pós-Graduação; O Candidato deverá propor uma linha de pesquisa relacionada à área especifica.

724 – Pediatria, 2 (duas) vagas em regime de trabalho de 40 horas e Requisitos: Graduação em Medicina, título de especialista em pediatria (TEP) concedido pelo MEC ou Sociedade Brasileira de Pediatria

725 – Psicobiologia/Medicina e Sociologia do Abuso de Drogas, 2 (duas) vagas em regime de trabalho de 40 horas e Requisitos: Comprovar autoria ou co-autoria de artigo(s) científico(s) publicado(s) em periódico indexado; apresentar projeto de pesquisa de própria autoria (inédito ou em andamento); comprovar orientação ou co-orientação de alunos de iniciação científica ou de pós-graduação estrito senso (Mestrado ou Doutorado);comprovar participação na captação de recursos para projetos de pesquisa.

726 – Psiquiatria/ Psicologia Médica e Psiquiatria Social, 2 (duas) vagas em regime de trabalho de 40 horas e Requisitos: Titulo de Doutor na área de Saúde Mental

 

 

 

 

 

 

 


ANEXO II

 

RELAÇÃO DE PONTOS PARA PROVA DIDÁTICA

 

700 – BIOFISICA

1.      Acoplamento excitação-contração muscular

2.      Aplicação das leis da termodinâmica ao fenômeno de transporte de íons através da membrana biológica.

3.      Aspectos biofísicos da contração muscular.

4.      Bases biofísicas da eletrocardiografia

5.      Bioenergética da difusão e osmose

6.      Biofísica da audição

7.      Biofísica da visão

8.      Biofísica dos processos excitatórios em células nervosas e musculares: participação de canais iônicos no potencial de ação.

9.      Conceitos de potenciais químico, elétrico e eletroquímico: relevância fisiológica.

10. Conceitos do transporte de solvente através de uma membrana (osmose, tonicidade e osmolaridade)

11. Energia e as leis da termodinâmica

12. Interpretação bioenergética da estruturação de membranas biológicas: evolução dos modelos de membrana.

13. Modelo difusional e elétrico do potencial de repouso

14. Princípios biofísicos da hemodinâmica

15. Radiações na região do infra-vermelho, visível e ultravioleta : conceitos e aplicações biológicas.

16. Radiobiologia e radioisótopos: aplicação da radioatividade em biologia e medicina

17. Regulação da constituição do meio interno: volume, tonicidade e equilíbrio ácido-básico.

18. Tamponamento em sistemas biológicos.

19. Transporte de dióxido de carbono no sangue: papel da anidrase carbônica.

20. Transporte de oxigênio no sangue: papel da hemoglobina

 


701 - Bioquímica

 

 

  1. Conceitos básicos de cinética química
  2. Catalisadores biológicos e cinética enzimática
  3. Estrutura e função de proteínas
  4. Estrutura e função de glicoconjugados
  5. Metabolismo energético
  6. Hormônios e integração do metabolismo
  7. Metabolismo de aminoácidos
  8. Metabolismo de carboidratos
  9. Metabolismo de lipídeos
  10. Membranas celulares: estrutura e função
  11. Retículo endoplasmático, complexo de Golgi e processos de glicosilação
  12. Degradação intracelular de macromoléculas: lisossomos e proteassomos
  13. Replicação, reparo e rearranjos do DNA genômico
  14. Expressão gênica e seu controle no processo de diferenciação celular
  15. Biossíntese, processamento e endereçamento de proteínas
  16. Ciclo celular, oncogenes e transformação neoplásica
  17. Morte celular
  18. Mecanismos moleculares da hemostasia
  19. Superfície, reconhecimento e adesão celulares
  20. Matriz extracelular

702 - Cirurgia/Anestesia-Terapia Intensiva

 

1.      Síndrome de Desconforto Respiratório Agudo

2.      Ventilação Mecânica

3.      Descontinuação de Ventilação Mecânica

4.      Sepse

5.      Avaliação da Perfusão Tecidual

6.      Reposição Volêmica

7.      Pneumonia Hospitalar

8.      Prevenção de Infecção Hospitalar em UTI

9.      Antibioticoterapia em UTI

10. Acidente Vascular Cerebral

11. Traumatismo Crânio-Encefálico

12. Sedação, Analgesia e Bloqueio Neuromuscular

13. Uso de Hemoderivados em Unidade de Terapia Intensiva

14. Coagulação Intravascular Disseminada

15. Anticoagulação no Paciente Grave

16. Insuficiência Renal Aguda

17. Nutrição do Paciente Grave

18. Reanimação Cardiorespiratória

19. Hemorragia Digestiva

20. Distúrbios da glicemia


703 – Dermatologia/Dermatologia Geral

 

1.        Semiologia e métodos complementares

2.        Farmacodermias e outras dermatoses alérgicas

3.        Dermatoses Anatomia e fisiologia da pele normal

4.        eczematosas

5.        Dermatoses eritêmato-descamativas

6.        Dermatoses vésico-bolhosas

7.        Distúrbios do tecido conectivo

8.        Dermatoviroses

9.        Infecções bacterianas e micobacterioses

10.   Doenças sexualmente transmissíveis e Aids

11.   Micoses superficiais e profundas

12.   Dermatozoonoses e leishmaniose tegumentar

13.   Dermatoses por agentes químicos e físicos

14.   Granulomas não infecciosos

15.   Nevos, tumores benignos e cistos

16.   Tumores malignos

17.   Distúrbios dos anexos(pelos e unhas)

18.   Afecções das mucosas e semimucosas

19.   Distúrbios das glândulas sebáceas

20.   Distúrbios da pigmentação

 


704 – Enfermagem/Enfermagem Obstétrica

 

1.      Assistência de Enfermagem a gestante.

2.      Assistência de Enfermagem durante o processo de parturição e nascimento.

3.      Assistência de Enfermagem a puerpera.

4.      Saúde reprodutiva.

5.      Perspectivas gerais e tendências na prática de enfermagem obstétrica e ginecológica.

6.      Práticas holísticas e o cuidado prestado à mulher no ciclo gravídico puerperal

7.      Políticas públicas de incentivo e apoio ao aleitamento materno

8.      Fatores e processos do parto e nascimento: cuidados de enfermagem

9.      Semiologia e Propedêutica obstétrica

10. Perspectivas e tendências na prática da enfermagem obstétrica.

11. Indicadores de qualidade de saúde materna.

12. Promoção e prevenção da saúde da mulher.

13. Práticas não farmacológicas no alívio da dor no primeiro, segundo e terceiro estágio do parto.

14. Síndromes hipertensivas na gravidez

15. Síndromes hemorrágicas da gravidez

16. Métodos contraceptivos

17. Prática baseada em evidência na perspectiva da assistência e do ensino de enfermagem obstétrica.

18. Panorama da assistência a saúde da mulher: perfil epidemiológico, perspectivas e tendências.

19. Modelos inovadores para o ensino de enfermagem.

20. Representação e utilização do conhecimento em enfermagem na prática, no ensino e na pesquisa.


705 – Enfermagem/Enfermagem Pediátrica/Enfermagem Neonatológica

 

1.      Fundamentos e práticas do cuidado de enfermagem no atendimento ao recém-nascido na sala de parto.

2.      Recepção e estabilização do recém-nascido pré- termo na sala de parto.

3.      Características anátomo - fisiológicas e competências comportamentos do recém-nascido  a termo: fundamentos e práticas para a assistência de enfermagem.

4.      Características anátomo - fisiológicas do recém-nascido pré-termo: fundamentos e práticas para a assistência de enfermagem.

5.      Adaptação do recém-nascido à vida extra- uterina: fundamentos e práticas para a assistência de enfermagem.

6.      Alojamento conjunto: cuidados de enfermagem ao recém-nascido a termo e sua família.

7.      Aleitamento materno: fundamentos e práticas para o cuidado ao recém-nascido e família.

8.      Organização e administração do Banco de Leite Humano: impacto para a prática do aleitamento materno.

9.      Fundamentos e práticas para o estabelecimento do vínculo afetivo entre recém-nascido e família.

10. Método Canguru: fundamentos e práticas para sua implementação no contexto da assistência ao recém - nascido pré-termo e sua família.

11. Erros inatos do metabolismo: fundamentos e práticas da assistência de enfermagem ao recém-nascido e família.

12. Fundamentos  e práticas do cuidado de enfermagem ao recém-nascido  com hiperbilirrubinemia e sua família.

13. Fundamentos e práticas do cuidado de enfermagem ao recém-nascido com distúrbios metabólicos e sua família.

14. Fundamentos e práticas do cuidado de enfermagem ao recém-nascido  portador de infecções congênitas (sífilis congênita, hepatite e portador de HIV) e sua família.

15. Fundamentos e práticas do cuidado de enfermagem ao recém-nascido com distúrbios respiratórios e sua família.

16. Princípios da administração de fármacos ao recém-nascido .

17. Transporte neonatal: fundamentos e práticas para sua operacionalização no contexto intra e extra hospitalar.

18. Implementação das ações da Política Nacional de Humanização nas unidades neonatais.

19. Implementação do Processo de Enfermagem na assistência ao recém-nascido e sua família.

20. Operacionalização das Políticas Públicas no segmento do recém-nascido após a alta hospitalar.

 

 

 

 


706 – Enfermagem/Enfermagem em Saúde Pública e Administração aplicada à Enfermagem

 

1.      Planejamento e Gestão de Serviços de Enfermagem e de Saúde

2.      Indicadores de Qualidade nos Serviços de Enfermagem

3.      Estrutura Organizacional dos Serviços de Enfermagem

4.      Educação Continuada em Enfermagem

5.      Mudanças e sua aplicação na Enfermagem

6.      O desafio da liderança em Enfermagem

7.      Comunicação Organizacional e Interpessoal

8.      Supervisão como instrumento no processo de trabalho do enfermeiro

9.      Auditoria na Gestão em Enfermagem

10. O Processo de Tomada de Decisão na Enfermagem

11. Modelos de atenção e vigilância à saúde

12.  Vigilância Epidemiológica

13. Políticas Públicas de Saúde no Brasil e Assistência de Enfermagem

14. Planejamento da Assistência de Enfermagem em Saúde Pública

15. Avaliação de Programas e Serviços de Saúde Pública

16. Ações Básicas de saúde

17. Assistência de Enfermagem em Saúde Pública a Doenças Crônico-Degenerativas

18. Programa Nacional de Imunização

19. Administração de Serviços de Saúde

20. Modelos inovadores para o ensino de enfermagem.


 

      707 – Departamento de Farmacologia

 

1.      Modo de Ação de Drogas e Vias de Sinalização

2.      Farmacologia da Neurotransmissão Autonômica Adrenérgica

3.      Farmacologia da Neurotransmissão Autonômica Colinérgica

4.      Farmacologia do Nervo Periférico

5.      Farmacologia do Sistema Cardiovascular

6.      Farmacologia do Sistema Renal

7.      Farmacologia da Dor e Resposta Inflamatória

8.      Farmacologia dos Distúrbios Psiquiátricos

9.      Farmacologia do Trato Gastrointestinal

10. Farmacologia dos Hormônios Esteroidais e/ou Peptídicos

11. Farmacogenômica e Farmacologia Molecular do Desenvolvimento

12. Farmacogenômica e Farmacologia Molecular do Envelhecimento

13. Farmacogenômica e Farmacologia Molecular no Controle da Morte Celular

14. Proteínas e Peptídeos Recombinantes como Instrumento Terapêutico

15. Animais Geneticamente Modificados no Estudo de Fármacos

16. Transplantes Celulares e Terapia Gênica

17. Farmacoterapia das Doenças Neurodegenerativas e Musculares

18. Influências Genômicas na Eficácia de Fármacos

19. Farmacogenômica e Farmacologia Molecular do Câncer

20.Toxicogenômica e Toxicologia Orientadas para Órgãos e Sistemas Vitais

 


     708 – Fisiologia

 

1. Hormônios Tireoidianos
2. Hormônios Adrenocorticais
3. Pâncreas Endócrino
4. Desnutrição
5. Metabolismo do Ferro

6. Mecânica da Ventilação Pulmonar

7. Regulação da Respiração
8. Fisiologia do Exercício Físico Aplicada à Área da Saúde

9. Motilidade do Tubo Digestivo
10. Secreções Digestivas

11. Regulação Renal do Volume de Líquido Extra-celular

12. Regulação da Temperatura Corporal

13. Filtração Glomerular

14. Fatores Determinantes do Desempenho Cardíaco.
15. Propriedades Fundamentais da Fibra Cardíaca.

16. Controle Neuro-Humoral  da Pressão Arterial.

17. Hemodinâmica e Circulações Regionais.

18. Circulação Arterial, Venosa e Capilar.

19. Transmissão Sináptica

20. Sistema Somatosensório




709 – Fonoaudiologia/Distúrbio da Audição Humana

 

1.      Morfofisiologia do órgão auditivo

2.      Fisiologia das vias auditivas periféricas e centrais

3.      Procedimentos de avaliação do processamento auditivo

4.      Fundamentos de acústica física e psicoacústica em audiologia

5.      Desenvolvimento da audição: fundamentos da avaliação auditiva

6.      Conhecimentos de psicopatologia aplicáveis ao diagnóstico e terapia dos distúrbios da audição

7.      Etiologias e fisiopatologia da deficiência auditiva e sua correlação com os distúrbios da audição

8.      Seleção e adaptação de próteses auditivas

9.      Métodos de investigação para confirmação diagnóstica dos distúrbios da audição

10.  Diagnóstico diferencial entre perdas auditivas periféricas e centrais

11.  Habilitação e reabilitação dos distúrbios da audição

12.  As ações preventivas possibilitadas pela audiologia educacional

13.  Processamento auditivo central: conceito e manifestação

14.  Distúrbios de audição e distúrbio do aprendizado

15.  Diagnóstico dos distúrbios de audição por meio de avaliação eletrofisiológica e/ou através de potenciais evocados

16.  Principais distúrbios de audição em crianças e adultos: diagnóstico e conduta

17.  Triagem auditiva em pré-escolares e escolares

18.  Principais distúrbios de audição no idoso: diagnóstico e conduta

19.  Distúrbios de audição e implantes cocleares

20.  Políticas públicas em saúde auditiva

 
710 – Fonoaudiologia/Distúrbios da Comunicação Humana

 

1.        As altas funções cerebrais e o estudo da fala e da voz

2.        O papel da Psicologia no estudo da fala e da voz

3.        O papel da Neurologia no estudo da fala e da voz

4.        O papel da Fonoaudiologia no estudo da fala e da voz humana

5.        Prevenção e promoção de saúde da Comunicação Humana

6.        Morfofisiologia do aparelho fonoarticulatório

7.        O papel do Fonoaudiólogo nos usos profissionais da voz, da fala e da linguagem

8.        A contribuição da Neuro-Lingüística e da Psico-Lingüística nos distúrbios da fala

9.        A aquisição e o desenvolvimento da fala: normalidade e patologia

10.    A voz humana: normalidade e alterações

11.    O papel dos conhecimentos ortodônticos nas alterações miofuncionais

12.    O papel da Fonoaudiologia nas alterações da voz: diagnóstico e tratamento

13.    Os distúrbios da fluência e da fala

14.    A voz sem laringe: diagnóstico e terapia

15.    Alterações de voz e fala nas mal formações buco-faciais

16.    Intervenção fonoaudiológica nas afecções de cabeça e pescoço

17.    As alterações miofuncionais bucais e os distúrbios da voz e da fala

18.    A metodologia do diagnóstico dos Distúrbios da Comunicação Humana

19.    O diagnóstico fonoaudiológico nas alterações fonoarticulatórias

     20. O papel da Fonoaudiologia nas alterações da deglutição: diagnóstico e tratamento
711 - Informática em Saúde/Informática em Saúde

 

1.        Informática em Saúde na atualidade.

2.        A Internet e Ciências da Saúde.

3.        Dados Médicos - aquisição, armazenamento e uso.

4.        Educação a Distância Mediada por Computador em Saúde.

5.        O Prontuário Eletrônico do Paciente.

6.        Padrões em Informática em Saúde.

7.        Segurança, Ética e Legislação em Informática em Saúde.

8.        Sistemas de Apoio à Decisão em Saúde.

9.        Avaliação de Tecnologia em Saúde.

10.   Sistemas de Informação em Saúde Pública.

11.   Sistemas de Informação Hospitalar.

12.   Sistemas de Informática em Pesquisa Clínica.

13.   Tecnologias da Informação e Comunicação em Saúde.

14.   Telemedicina e Telessaúde.

15.   Economia, Gestão e Administração em Saúde.

16.   Sistemas de Diagnóstico por Imagem.

17.   Prática Médica Digital.

18.   Metodologias de Pesquisa na Informática em Saúde.

19.   Processamento de Sinais Biológicos.

20.O Futuro das Aplicações em Informática em Saúde.

 


712 – Medicina

 

1.      Aterosclerose

2.      Insuficiência cardíaca 

3.      Visão crítica das doenças auto-imunes

4.      Infecções virais

5.      Infecções bacterianas

6.      Doenças endócrinas e metabólicas: diagnóstico e tratamento

7.      Fisiopatologia de doenças endócrino-metabólicas

8.      Doenças do aparelho digestório

9.      Abordagem diagnóstica e terapêutica das hepatopatias crônicas

10. Síndrome da fragilidade

11. Fisiologia do envelhecimento

12. Fisiopatologia da trombose 

13. Doenças oncohematológicas

14. Estado de choque

15. Revisões sistemáticas como níveis de evidências para decisões em Clínica   Médica

16. Insuficiência renal crônica 

17. Insuficiência renal aguda

18. Doenças respiratórias agudas

19. Doenças respiratórias crônicas

20. Doenças reumáticas


713 - Medicina Preventiva/Bioestatística

 

1.      Análise de dados categorizados com distribuição de Poisson-modelos log-lineares

2.      Análise de séries temporais com aplicações em Epidemiologia.

3.      Análise de sobrevivência utilizando estimador de Kaplan-Meier

4.      Análise de sobrevivência utilizando modelo de Cox

5.      Análise estatística de dados vindos de estudos casos-controles..

6.      Análise estatística de dados vindos de estudos de coorte

7.      Análise de variância com medidas repetidas

8.      Análise de variância para experimentos completamente casualizados

9.      Análise fatorial na construção de indicadores de saúde.

10. Causalidade e Estatística

11. Estimação por ponto e por intervalo de confiança.

12. Inferência causal em Epidemiologia.

13. Medidas de concordância:coeficiente de correlação intraclasse e coeficiente kappa

14. Medidas de efeito e medidas de associação

15. Modelos hierárquicos

16. Regressão linear múltipla

17.  Regressão logística

18. Tabuas de mortalidade demográfica

19. Técnicas de amostragem

20. Validade confusão e interação


714 – Micro/Imuno/Parasitologia

 

1. Sistemática e evolução de bactérias.

2. Mecanismos de patogenicidade e escape de agentes patogênicos.

3. Mecanismos de replicação viral.

4. Interação de vírus com os hospedeiros.

5. Genética e evolução de fungos.

6. Mecanismos de patogenicidade fúngica.

7. Resposta imune a fungos patogênicos.

8. Mecanismos moleculares envolvidos na interação de parasitas com os hospedeiros.

9. Uso de biotecnologia para combate e tratamento de agentes patogênicos.

10. Resposta inata e inflamação.

11. MHC e apresentação de antígenos.

12. Mecanismos de ativação da resposta imune adquirida.

13. Regulação da resposta imune.

14. Mecanismos moleculares da adesão celular.

15. Mecanismos de sinalização celular.

16. Desenvolvimento de vacinas.

17. Regulação da expressão gênica em procariotos e eucariotos.

18. Perspectivas pós-genômicas ao combate a agentes infecciosos.

19. Proteômica e suas aplicações em Microbiologia, Imunologia e Parasitologia.

20. Estratégias para o desenvolvimento de drogas para o tratamento de infecções.


715 – Morfologia/ Anatomia Descritiva e Topográfica

 

1.      Planos e eixos, termos de posição e direção, plano geral de construção do corpo humano.

2.      Conceito de normal e fatores gerais de variação em anatomia.

3.      Classificação e arquitetura dos ossos, estabelecendo a relação com o fator resistência.

4.      Classificação das articulações do esqueleto, relacionando as características estruturais e funcionais.

5.      Áreas funcionais do córtex cerebral.

6.      Coração: anatomia, vascularização intrínseca e complexo estimulante do coração.

7.      Fatores biodinâmicos da circulação venosa.

8.      Estômago e duodeno: características morfológicas e vascularização.

9.      Anatomia funcional da laringe.

10. Anatomia e arquitetura funcional do útero.

11. Anatomia do testículo e da via espermática.

12. Sistema nervoso autônomo: características morfológicas e funcionais.

13. Grandes vias nervosas sensitivas.

14. Anatomia do bulbo do olho: características morfológicas de suas túnicas.

15. Anatomia das orelhas:  audição e equilíbrio.

16. Sistema respiratório: anatomia da  traquéia, árvore bronquial e pulmões.

17. Morfologia do fígado, vias biliares e pâncreas.

18. Anatomia do rim e vias urinárias; características da unidade morfofuncional do rim.

19. Anatomia do sistema endócrino.

20. Generalidades morfológicas dos músculos estriados esqueléticos; características  estruturais e funcionais.


716 – Morfologia/Anatomia Descritiva e Topográfica

 

1.      Planos e eixos, termos de posição e direção, plano geral de construção do corpo humano.

2.      Conceito de normal e fatores gerais de variação em anatomia.

3.      Classificação e arquitetura dos ossos, estabelecendo a relação com o fator resistência.

4.      Classificação das articulações do esqueleto, relacionando as características estruturais e funcionais.

5.      Áreas funcionais do córtex cerebral.

6.      Coração: anatomia, vascularização intrínseca e complexo estimulante do coração.

7.      Fatores biodinâmicos da circulação venosa.

8.      Estômago e duodeno: características morfológicas e vascularização.

9.      Anatomia funcional da laringe.

10. Anatomia e arquitetura funcional do sistema genital masculino e feminino.

11. Avaliação anatômica por imagem.

12. Sistema nervoso autônomo: características morfológicas e funcionais.

13. Grandes vias nervosas sensitivas.

14. Anatomia do bulbo do olho: características morfológicas de suas túnicas.

15. Anatomia das orelhas: audição e equilíbrio.

16. Sistema respiratório: anatomia da traquéia, árvore bronquial e pulmões.

17. Morfologia do fígado, vias biliares e pâncreas.

18. Anatomia do rim e vias urinárias; características da unidade morfofuncional do rim.

19. Anatomia do sistema endócrino.

20. Generalidades morfológicas dos músculos estriados esqueléticos; características estruturais e funcionais

 

 


717 – Morfologia/Biologia do Desenvolvimento (já com o texto retificado)

 

1.        Mecanismos de controle da gametogênese masculina

2.        Mecanismos de controle da gametogênese feminina.

3.        Aspectos morfofuncionais do ciclo menstrual e sua comparação com o ciclo estral em ratas.

4.        Aspectos moleculares da fecundação e da segmentação do ovo ou zigoto.

5.        Aspectos moleculares da implantação do blastocisto e desenvolvimento do disco embrionário bidérmico.

6.        Neurulação e diferenciação do mesoderma intra-embrionário. 

7.        Inflexão embrionária.

8.        Placenta e membranas fetais.

9.        Arcos branquiais e desenvolvimento da face.

10.   Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do coração e dos grandes vasos.

11.   Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do  sistema digestório.

12.   Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do sistema respiratório.

13.   Aspectos morfológicos e genético-moleculares do  desenvolvimento do  sistema urinário.

14.   Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do sistema genital feminino.

15.   Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do sistema genital masculino.

16.   Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do sistema nervoso.

17.   Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do aparelho locomotor.

18.   Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do bulbo ocular e estruturas anexas.

19.   Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do órgão vestíbulo-coclear.

20.   Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do tegumento.

 

 

PROVA PRÁTICA

1 - Prova prática abrangente em sistema de rodízio referente à identificação de estruturas embrionárias.

2 – Coleta de embriões.

 

* Retificado pelo Edital Interno nº 59/2006.
718 - Neurologia e Neurocirurgia/
Neurologia Experimental

 

1.      RADICAIS LIVRES E LESÃO NEURONAL

2.      MEMBRANA NEURONAL, ESTRUTURA E FUNÇÃO

3.      RECEPTORES E TRANSDUÇÃO DO SINAL DE MEMBRANA

4.      AMINOÁCIDOS NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL

5.      APOPTOSE E NECROSE

6.      BARREIRA HEMATOENCEFÁLICA

7.      EXCITOTOXICIDADE NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL

8.      ESTRUTURA E FUNÇÃO DA BAINHA DE MIELINA

9.      NEUROPEPTÍDEOS E PEPTÍDEOS OPIÓIDES

10. METABOLISMO NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL

11. FISIOPATOLOGIA DA EPILEPSIA DO LOBO TEMPORAL

12. FISIOPATOLOGIA DA DOENÇA DE PARKINSON

13. FISIOPATOLOGIA DA DOENÇA DE ALZHEIMER

14. ENVELHECIMENTO CEREBRAL

15. FISIOPATOLOGIA DA ISQUEMIA CEREBRAL

16. BASES NEUROFISIOLÓGICAS DA COGNIÇÃO

17. MONOAMINAS NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL

18. MECANISMOS MOLECULARES ENVOLVENDO A LIBERAÇÃO DE  NEUROTRANSMISSORES

19. NEUROPLASTICIDADE

20.FISIPATOLOGIA DAS EPILEPSIAS GENERALIZADAS

 


719 - Obstetrícia/Obstetrícia Fisiológica e Experimental

 

1.      Fármacos e gravidez

2.      Modelo experimental para investigação da pré-eclâmpsia

3.      Modelo experimental de neoplasia na gestação

4.      Modelo experimental metabólico da gestação

5.      Vitaminas e minerais no ciclo gravídico puerperal

6.      Atividade / exercício físico na gestação

7.      Fatores imunogenéticos na gestação normal e patológica

8.      Influência da interação neuro-imuno-endócrino na fisiologia obstétrica

9.      Avaliação sorológica das infecções pré-natais

10. Fenômenos apoptóticos na evolução da gestação

11. Imunomodulação do sucesso gestacional

12. Estresse oxidativo na gestação

13. Qualidade de vida da gestante

14. Avaliação laboratorial da maturidade fetal

15. Função endócrina placentária

16. Fenômenos endócrinos da parturição

17. Mediadores inflamatórios na parturição

18. Aspectos endometriais no abortamento habitual

19. Avaliação citogenética na gestação

20. Neurotransmissores e neuromoduladores da lactação

 


 

720 – Oftalmologia

 

1.        EMETROPIA E AMETROPIA

2.        CONJUNTIVA E ESCLERA

3.        CIRURGIAS REFRATIVAS

4.        CÓRNEA

5.        GLAUCOMA

6.        INFECÇÕES OCULARES

7.        ADMINISTRAÇÃO EM OFTALMOLOGIA

8.        CATARATA

9.        ESTRABISMO E AMBLIOPIA

10.   UVEÍTES

11.   MANIFESTAÇÕES OFTALMOLÓGICAS NA AIDS

12.   URGÊNCIAS OFTALMOLÓGICAS

13.   MÁCULA

14.   PREVENÇÃO DA CEGUEIRA

15.   MANIFESTAÇÕES OFTALMOLÓGICAS DE DOENÇAS SISTÊMICAS

16.   ONCOLOGIA OCULAR, ÓRBITA E VIAS LACRIMAIS

17.   RETINA E VÍTREO

18.   CIRURGIA E LASER EM OFTALMOLOGIA

19.   NERVO ÓPTICO

20.   PROPEDÊUTICA EM OFTALMOLOGIA

 


721 -  Ortopedia e Traumatologia/Traumatologia

 

1.        Fraturas Expostas.

2.        Fraturas da Diáfise dos Ossos Longos.

3.        Fraturas e Luxações da Coluna Cervical.

4.        Artroplastias do Joelho.

5.        Princípios de Osteossíntese.

6.        Fraturas da Extremidade Proximal do Fêmur.

7.        Fraturas da Pelve.

8.        Artroplastias do Quadril.

9.        Artose de Quadril.

10.   Instabilidade Anterior do Joelho.

11.   Fraturas ao Nível do Joelho.

12.   Artrose do Joelho: Tratamento Cirúrgico.

13.   Fraturas do Tornozelo.

14.   Lombalgias.

15.   Metatarsalgias.

16.   Fraturas dos Ossos do Antebraço.

17.   Osteossarcoma.

18.   Pseudartrose dos Ossos Longos.

19.   Lesões por Sobrecarga no Esporte.

20. Instabilidade Fêmuro-Patelar.

 

 




 

722 – Ortopedia e Traumatologia/ Cirurgia da Mão e Membro Superior

 

1.      Moléstia de Kienböck.

2.      Lesão dos Tendões Extensores.

3.      Lesão dos Tendões Flexores.

4.      Lesões dos Nervos Periféricos.

5.      Síndromes Compressivas do Membro Superior.

6.      Fraturas da Extremidade Distal do Rádio

7.      Fraturas do Punho e Mão.

8.      Fratura e Pseudartrose do Escafóide.

9.      Osteoartrite da mão.

10. Fraturas do Cotovelo.

11. Fraturas do Úmero.

12. Doença de Dupuytren.

13. Tratamento Cirúrgico da Artrite Reumatóide no Membro Superior.

14. Malformações do Membro Superior.

15. Reimplante.

16. Lesões Ligamentares do Punho e Mão.

17. Retalhos Microcirúrgicos.

18. Cobertura Cutânea da Mão.

19. Síndrome de Impacto do Ombro.

20. Luxações Recidivantes do Ombro.


723 – Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço

 

1.      Imunologia e Patologia de Anel de Waldeyer

2.      Lesões Cancerizáveis e Câncer de Boca

3.      Lesões Benignas da Laringe

4.      Câncer de Laringe

5.      Disfonia  da Criança e do Adolescente

6.      Ronco e Apnéia Obstrutiva do Sono

7.      Respirador Bucal e Rinites

8.      Cirurgia Funcional Nasal e Fístula Liquórica Nasal

9.      Rinossinusites Agudas e Crônicas

10. Linfonodomegalias Cervicais

11. Zumbido

12. Surdez

13. Vertigem e Reabilitação Vestibular

14. Paralisia Facial Periférica

15. Tratamento do Hiperparatireoidismo

16. Otite Média Aguda, Recorrente e Secretora

17. Otite Média Crônica

18. Alterações Estruturais Mínimas de Laringe

19. Câncer de Tireóide

20.Imunodeficiências em ORL
724 – Pediatria

 

1.        AIDS na Infância

2.        Alimentação da Criança e do Adolescente

3.        Anemia carencial na criança

4.        Artrites em Pediatria

5.        Asma na Criança e no Adolescente

6.        Crescimento da criança e adolescente

7.        Desenvolvimento da Criança

8.        Diarréia Aguda e Persistente

9.        Diarréia Crônica / Má Absorção

10.   Doenças Alérgicas em Pediatria

11.   Doenças Exantemáticas

12.   Violência contra a criança e o adolescente

13.   Hiperbilirrubinemia indireta no período neonatal

14.   Imunizações na criança e no adolescente

15.   Pneumonias em pediatria

16.   Infecções do Trato Urinário

17.   Insuficiência Renal em Pediatria

18.   Neoplasias em Pediatria

19.   Obesidade em Pediatria

20.   Reanimação Cardiorrespiratória

 


     725 – Psicobiologia/Medicina e Sociologia do Abuso de Drogas

 

  1. Histórico do uso de drogas psicoativas
  2. Uso, abuso, tolerância e dependência de drogas e outros      conceitos relacionados.
  3. Instrumentos para detecção e diagnóstico do uso abusivo e dependência de drogas psicoativas
  4. Aspectos sociais e legais relacionados ao uso de drogas      psicoativas
  5. Aspectos psicológicos relacionados ao uso de drogas psicoativas
  6. Pesquisa básica sobre substâncias psicoativas.
  7. Pesquisa qualitativa na área de uso e abuso de drogas          psicoativas
  8. Pesquisa epidemiológica na área de uso e abuso de drogas            psicoativas
  9. Pesquisa sobre intervenções junto a usuários de risco e tratamentos para dependentes de drogas psicoativas
  10. Uso de drogas psicoativas por populações específicas
  11. Prevenção do abuso de drogas psicoativas
  12. Redução de danos decorrentes do uso de drogas psicoativas
  13. Álcool
  14. Benzodiazepínicos e barbitúricos
  15. Opiáceos
  16. Solventes
  17. Estimulantes
  18. Alucinógenos
  19. Drogas lícitas com potencial para desenvolvimento de abuso e dependência

20. Plantas com potencial para desenvolvimento de abuso e dependência.

 

 

 

 

 


726 – Psiquiatria/ Psicologia Médica e Psiquiatria Social

 

1.      Esquizofrenia: Etiologia, Diagnóstico e Tratamento.

2.      Doença de Alzheimer: Etiologia, Diagnóstico e Tratamento.

3.      Dependências Químicas: Etiologia, Diagnóstico e Tratamento.

4.      Transtorno Afetivo Bipolar: Etiologia, Diagnóstico e Tratamento.

5.      Transtorno Obsessivo Compulsivo: Etiologia, Diagnóstico e Tratamento.

6.      Transtornos Ansiosos (Pânico, Fobia e TEPT): Etiologia, Diagnóstico e Tratamento.

7.      Transtornos Alimentares: Etiologia, Diagnóstico e Tratamento.

8.      Transtornos Mentais na Infância e na Adolescência: Etiologia, Diagnóstico e Tratamento.

9.      Transtornos Somatomorfos: Etiologia, Diagnóstico e Tratamento.

10. Transtorno da Personalidade: Etiologia, Diagnóstico e Tratamento.

11. A Relação Médico Paciente: Aspectos Psicológicos e Culturais

12. Manejo dos Transtornos Psiquiátricos na Clínica Geral.

13. A aplicabilidade da Neuroimagem no estudo dos Transtornos Psiquiátricos.

14. A Epidemiologia dos Transtornos Psiquiátricos

15. Psicofarmacoterapia dos Transtornos Psiquiátricos.

16. Avaliações Psicológicas em Saúde Metal.

17. Psicoterapias.

18. Pesquisa Qualitativa em Psiquiatria e Saúde Mental.

19. A Interface entre a Filosofia e a Psiquiatria.

20. Desenvolvimento das Teorias Psicanalíticas.



 (MODELO 1)

 

 

DECLARAÇÃO

 

 

 

 

 

                              Declaro sob as penas da Lei, que possuo os documentos comprobatórios das condições legais exigidas para inscrição no Concurso de Professor Adjunto no Campus São Paulo, Capital, UNIFESP, Área de ____________________________________________                                                                                                               

da Universidade Federal de São Paulo.

 

.

 

 

 

 

São Paulo,  _____  de  _____________ de 2006.

 

 

 

 

 

_______________________________________

 

Assinatura

 

 

NOME COMPLETO:

 

CPF:

 

RG:

 

ENDEREÇO COMPLETO:

 

CEP:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(MODELO 2)

 

 

MAGNÍFICO REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO

 

 

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nome Completo

 

--------------------------------------------------------------------, ----------------------------------------------------------

Profissão                                                  Nº do Conselho Regional

 

------------------------------------------------------------------, ------------------------------------------------------------

                            Nacionalidade                                                         Estado Civil

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

                                                                  Endereço Completo

 

 

vem   mui  respeitosamente   requerer   à  Vossa  Magnificência,  que  se digne a  mandar  inscrever-me no Concurso Público para provimento do cargo de Professor Adjunto no Campus São Paulo, Capital, UNIFESP, Área  ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------,  para o que junta ao presente  a documentação referida no Edital de abertura.

 

Termos em que,

 

Pede Deferimento.

 

 

São Paulo,              de                                     de 2006.

 

 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------

Nome

 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------

Assinatura

 

 

 

Observação: Juntar 1 (uma) cópia do diploma de Graduação, Doutorado e dos Requisitos constantes no Anexo 1.


 

 

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Universidade Federal de São Paulo

Escola Paulista de Medicina

 

 

 

 

EDITAL INTERNO Nº 59, DE 24 DE ABRIL DE 2006.

 

 

O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, resolve:

Retificar o Edital nº 47, de 23/03/2006, publicado no D.O.U. de 27/03/2006, seção 03, páginas 37 e 38, no ANEXO II, no que se refere ao Departamento de Morfologia/Biologia do Desenvolvimento (código 717);

Onde se lê:

717 – Morfologia/Biologia do Desenvolvimento

1-mecanismos de controle da gametogênese masculina

2- mecanismos de controle da gametogênese feminina.

3 – aspectos morfofuncionais do ciclo menstrual e sua  comparação       com o ciclo estral em ratos.

4- aspectos moleculares da fecundação e segmentação do ovo u zigoto.

5- aspectos moleculares da implantação do blastocisto e desenvolvimento do disco embrionário bidérmico.

6- neurulação e  diferenciação dos mesodema intra-embrionário. 

7- inflexão embrionária.

8 - placenta e membranas fetais.

9 – arcos branquiais e desenvolvimento da face.

10 – aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do coração e dos grandes vasos.

11 – aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do  sistema digestório.

12- aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do sistema respiratório.

13 - aspectos morfológicos  e genético-moleculares do  desenvolvimento do  sistema urinário.

14 – aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do sistema genital feminino.

15 – aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do sistema genital masculino.

16 - aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do  sistema nervoso.

17 – aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do aparelho locomotor.

18 – aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento dos bulbo ocular e estruturas anexas.

19 - aspectos morfológicos e  genético-moleculares do desenvolvimento do órgão vestíbulo-coclear.

20 - aspectos morfológicos e  genético-moleculares do desenvolvimento do tegumento.

 

PROVA PRÁTICA

Obs: NA PROVA PRÁTICA NÃO HAVERÁ ESCOLHA, POR PARTE  DO CANDIDATO, DOS ITENS ABAIXO  RELACIONADOS. TODOS OS ITENS SERÃO EXIGIDOS.

1 - Obtenção de embriões de  rato e  de galinha como modelos didáticos.

2 - Análise e preparação  de lâminas de material embrionário.

3 - Espermograma em rato, como modelo didático.

4 - Análise e preparação de  esfregaço vaginal de  rata:

a) Teste de prenhez .

b) Fases do ciclo estral.

Leia-se:

717 – Morfologia/Biologia do Desenvolvimento (já com o texto retificado)

 

21. Mecanismos de controle da gametogênese masculina

22. Mecanismos de controle da gametogênese feminina.

23. Aspectos morfofuncionais do ciclo menstrual e sua comparação com o ciclo estral em ratas.

24. Aspectos moleculares da fecundação e da segmentação do ovo ou zigoto.

25. Aspectos moleculares da implantação do blastocisto e desenvolvimento do disco embrionário bidérmico.

26. Neurulação e diferenciação do mesoderma intra-embrionário. 

27. Inflexão embrionária.

28. Placenta e membranas fetais.

29. Arcos branquiais e desenvolvimento da face.

30. Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do coração e dos grandes vasos.

31. Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do  sistema digestório.

32. Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do sistema respiratório.

33. Aspectos morfológicos e genético-moleculares do  desenvolvimento do  sistema urinário.

34. Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do sistema genital feminino.

35. Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do sistema genital masculino.

36. Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do sistema nervoso.

37. Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do aparelho locomotor.

38. Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do bulbo ocular e estruturas anexas.

39. Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do órgão vestíbulo-coclear.

40. Aspectos morfológicos e genético-moleculares do desenvolvimento do tegumento.

 

PROVA PRÁTICA

1 - Prova prática abrangente em sistema de rodízio referente à identificação de estruturas embrionárias.

2 – Coleta de embriões.

 

 

ULYSSES FAGUNDES NETO

Reitor

 

 

 

 

 

 

 

 

EDITAL INTERNO Nº 109, DE 18 MAIO DE 2006.

 

 

O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, resolve:

Retificar o Edital nº 47, de 23/03/2006, publicado no D.O.U. de 27/03/2006, seção 03, páginas 37 e 38, no ANEXO II, no que se refere ao Departamento de Medicina – Prova Prática (código 712);

Onde se lê:

5.4.5 - Depto. de Medicina: constará de discussão de caso clínico, ou apresentação e discussão de  projeto pedagógico para o curso de graduação em Medicina, ou discussão de projeto de pesquisa e sua contribuição no ensino e assistência.

 

Leia-se:

5.4.5 - Depto. de Medicina: constará de discussão de caso clínico, ou apresentação e discussão de  projeto pedagógico para o curso de graduação em Medicina, ou discussão de projeto de pesquisa e sua contribuição no ensino e assistência, com exposição de 15 a 20 minutos .

 

 

 

ULYSSES FAGUNDES NETO

              Reitor

 

*